Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Inspiration Lab

Inferno

Ó Inferno, como és quente. O quanto dói o teu calor. Envolve-me com tua chama ardente. Consome-me com o teu fulgor.

Ó Inferno, o quanto me mói estar assim tão dormente. O amanhã que hoje se constrói é para mim tão indiferente.

Ó Inferno, agarra-me à vida. Quão nova sou para estar já perdida.

Ó Inferno, concede-me a morte. Permite-me ganhar, ao perder. Talvez no teu gélido ardor tenha a sorte de encontrar o amor por viver. 

Ó Inferno, faz-me sentir o mundo que de mim tem vindo a fugir.

Ó Inferno, chega-te a mim. Podes fazer de tua casa o meu corpo em brasa. Podes ensinar-me porque tem de ser assim. 

Ó Inferno, fujo de ti. Corro para a vida que um dia tive e que ainda não esqueci.

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Luísa

"No fundo, todos temos necessidade de dizer quem somos e o que é que estamos a fazer e a necessidade de deixar algo feito, porque esta vida não é eterna e deixar coisas feitas pode ser uma forma de eternidade." - José Saramago

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D