Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Inspiration Lab

Carolina

Recentemente, ouvi a entrevista da Carolina Deslandes ao canal 'Elefante de Papel' e senti-me inspirada pelas suas palavras. Hoje, escrevi um poema baseado em algumas delas. Espero que gostem. 

 

Empoleirada no banco da cozinha,

O cabelo desgovernado caindo-lhe pelo rosto,

Na sua cara um tanto minha

Um laivo de curiosidade posto.

Com o olhar seguia

As rachas nas paredes

E perguntava-me porque seria

Que elas apareciam tantas vezes.

Queria saber de que cada traço era feito

Por que cada um existia

Se era feitio ou defeito

Por que ficavam maiores a cada dia.

Disse-lhe que cada linha que por ali se traçava 

Surgia quando alguém se ria

Aprofundava quando ela chorava

Porque quando vivíamos na casa, a casa connosco vivia.

Hoje, depois de deixar os seus filhos num soninho descansado,

Passei por ela, em frente ao espelho,

Mirando o seu corpo, de ar desconsolado, 

Nos seus olhos, um tom vermelho.

Pelo seu rosto, uma lágrima escorria

E com os seus dedos contornava

Cada sulco, cada estria.

Chorava.

 

Não te lembras tu, Carolina, 

Das fendas da casa da avó, de quando eras pequenina?

De como elas não eram nada mais do que lembranças da vida que ali se passou?

Como podes odiar as linhas do teu corpo, que tanta vida gerou?

Não vês tu que o teu corpo cresceu para tu acomodares 

Um amor que não cabe nem no maior dos lugares?

Seca as lágrimas, que tens razões para sorrir,

Porque imperfeições há muitas, mas amor como este só tu podes reproduzir.

Luísa

"No fundo, todos temos necessidade de dizer quem somos e o que é que estamos a fazer e a necessidade de deixar algo feito, porque esta vida não é eterna e deixar coisas feitas pode ser uma forma de eternidade." - José Saramago

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D