Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Inspiration Lab

"As Marias" com António Raminhos

Untitled-1.png

 Como penso que já tinha partilhado convosco, sou fã do humorista, apresentador televisivo e Youtuber António Raminhos. Por isso e porque nunca digo que não a umas boas gargalhadas, fiquei felicíssima quando soube que tinha a oportunidade de o ver ao vivo com o seu espetáculo "As Marias". Hoje partilharei convosco um resumo (sem grandes pormenores, para não vos estragar a surpresa para o caso de irem ver o espetáculo) do que aconteceu naquelas duas horas, assim como a minha opinião sobre o que lá se passou.

 

Vou ser sincera, mal sabia ao que ia. Sabia que o espetáculo seria conduzido por António Raminhos e sabia que devia abordar as suas duas filhas, Maria Inês e Maria Rita. De resto, foi mesmo ver e tirar as minhas próprias conclusões. O espetáculo começou quase a horas, o que infelizmente é muito raro, mas muito bom. Raminhos começou por abordar a sua juventude e infância, falando também das pessoas que nela participaram, sempre com imensa graça, claro. No entanto, onde focou mais a sua atenção foi, claro, nas suas filhas e nas suas experiências como pai. À medida que fala, vai recorrendo a fotografias e vídeos hilariantes para melhor se explicar. É um espetáculo um pouco longo e com imenso conteúdo para processar, mas vale a pena!

 O que mais me emocionou foi o fim, pois depois de duas horas e pouco a dizer disparates hilariantes, uns atrás dos outros, Raminhos fez uma reflexão profunda e maravilhosa sobre a sua experiência como pai e sobre o amor que tem pelas filhas, o que não me levou a mim (por pouco) mas certamente levou muita gente às lágrimas. 

 Raminhos é criticado por muitos pelos vídeos que faz e que publica que envolvem as suas filhas. Eu nunca lhe apontei o dedo, porque imaginava e agora, ao ver este espetáculo tenho a certeza, que é tudo muito genuíno e natural e as pequenas a nada são obrigadas. Depois daquela noite, ficou mais do que explícito que o António é um pai excecional.

 Tive vários ataques de riso incontrolável durante a noite, de tão genialmente engraçadas que as coisas que ele diziam eram. Para além de me ter divertido (e MUITO), aprendi imenso com este espetáculo e não podia estar mais feliz por ter ido!

 

Luísa

"No fundo, todos temos necessidade de dizer quem somos e o que é que estamos a fazer e a necessidade de deixar algo feito, porque esta vida não é eterna e deixar coisas feitas pode ser uma forma de eternidade." - José Saramago

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D