Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Inspiration Lab

Abismo

Talvez possa parecer mais fatal do que esse destino a que te entregas pedir-te que pela fatalidade não optes.
Tu és mais. És mais do que és. És mais do que esse teu olhar que se recusa a parar de fixar os teus pés. És mais do que a tua voz envergonhada, tão tímida, tão assustada, tão receosa de ser julgada ou erradamente interpretada, que tanto tem para dizer mas que por insegurança se acanha. Tu és mais do que julgas ser. E tens tanto para viver. Tanto para descobrir. Tanto mundo, tanta gente para conhecer. O melhor que há em ti está ainda por revelar. Em mil pedaços desfaz o meu coração saber que te poderia estender a mão, mas é ainda maior o aperto que no peito sinto ao pensar que, ao interferir com o teu caminho atribulado, poderia o teu percurso perturbar. E pelos nossos caminhos só a nós nos cabe caminhar. E nas tuas lutas, certo estou, hás-de triunfar.
Mas tu não sabes quem és. E estás farta de lutar. É fácil, não é? Quando tudo nos corre bem continuar a sonhar. Mas então e quando tudo desaba? E quando nada dá certo? E quando as interrogações que por retóricas tomamos nos intoxicam, afogando-nos em todas as respostas que não desejamos dar?
Pudesse eu ser quem a tua mão segura e a teu lado estaria já a caminhar. Mas eu não sou mais do que parte de ti. Não sou mais do que mais não sou. Sou quem serás se não desistires. Sou quem serás se prosseguires. Sou quem serás se continuares. Sou quem serás se a parar de lutar te recusares.
Estás à beira do abismo, e seria tão confortável saltar. Tão fugaz, tão simples, tão fácil escapatória ao cruel mundo que tanto receias enfrentar. Por vezes, o mais assustador não é saltar para o incógnito, mas sim prosseguir no que demasiado bem se conhece. Seria tão mais fácil eternamente dormir do que por mais um dia falsos sorrisos que a tua tempestade interior camuflam a todos dirigir. Seria simples como respirar parar de o fazer. Seria como finalmente poder descansar, depois de tanto correr. Podes não saber quem és. Certamente não sabes quem, se as escolhas certas fizeres, um dia serás. Mas de algo noção deves ter: És mais do que alguém que nasceu para morrer.

Luísa

"No fundo, todos temos necessidade de dizer quem somos e o que é que estamos a fazer e a necessidade de deixar algo feito, porque esta vida não é eterna e deixar coisas feitas pode ser uma forma de eternidade." - José Saramago

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D