Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Inspiration Lab

Perdoar

Desculpa, mas por mais que tente não consigo. Não é por falta de tentativas. Não é por má vontade. Não é por mau coração. É, sim, por más memórias. Por um mau passado. Por más recordações das quais não me consigo livrar.
Não é o que és, mas sim o que foste. Não é o que significas, mas sim o que significaste. Porque há imagens que não se apagam, sentimentos que não nos abandonam até tudo o resto nos abandonar. Porque há pessoas que nos assombram até nada mais nos assombrar. Porque há coisas que se esquecem, há maldades que se perdoam, há erros que se ignoram. E há os que nos marcam profundamente. Há os que nos acompanham. Até podemos nem pensar neles todos os dias, não penso. Mas estão lá. E, de quando em vez, quando são menos desejados, manifestam-se. E, quando te vejo, manifestam-se. Porque de cada vez que te vejo quero falar-te. Quero sorrir-te. Quero ser para ti quem teria sido se não tivesses feito o que não devias ter feito. Se não tivesses dito o que não devias ter dito. Mas não consigo, porque olhar para ti é olhar para um passado que não quero recordar.
Perdoa-me, mas não te consigo perdoar.

Controlo (de mi para tim #5)

Não tens sempre de ter o controlo de todas as situações. Não tens de ser tu quem consola, tu quem resolve, tu quem cura em qualquer ocasião. Permite-te errar. Permite-te ser curado. Assume os teus problemas.
Não tens sempre de esconder as dores que sentes. Não tens que manter para ti os problemas que te apoquentam. Não tens de ser a única alma invariavelmente feliz num mundo de gente de vários humores. Num mundo de gente que vive, gente que sente.
Todos temos os nossos problemas, e não faz mal pensarmos neles. Chorarmos por eles. Preocuparmo-nos um pouco com eles. Não faz mal sentirmos os nossos problemas, as nossas dores, as nossas desilusões desde que não permitamos que eles tomem conta de nós, que eles nos consumam, que eles nos tornem gente amarga, gente de mal com a vida. Pois quem nunca aparenta ter qualquer problema, esses sim têm grandes problemas!
Permite que os teus problemas te ensinem a ser alguém um pouco mais cauteloso. Permite que os teus problemas te ensinem a valorizar mais os tempos em que a tua alma se encontra em paz.

De que vale?

De que vale escrever se não partilhar a minha obra?
De que vale cantar se ninguém escutar a minha canção?
De que vale tocar se ninguém sentir a minha melodia?
De que vale sonhar sem tentar?
De que vale desejar se não fizer?
De que vale querer, se não acreditar?
De que vale viver, se não amar?
De que vale amar, se não viver?
De que vale, se não valer?

Pág. 2/2

Luísa

"No fundo, todos temos necessidade de dizer quem somos e o que é que estamos a fazer e a necessidade de deixar algo feito, porque esta vida não é eterna e deixar coisas feitas pode ser uma forma de eternidade." - José Saramago

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D