Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Inspiration Lab

Perdoar

Desculpa, mas por mais que tente não consigo. Não é por falta de tentativas. Não é por má vontade. Não é por mau coração. É, sim, por más memórias. Por um mau passado. Por más recordações das quais não me consigo livrar.
Não é o que és, mas sim o que foste. Não é o que significas, mas sim o que significaste. Porque há imagens que não se apagam, sentimentos que não nos abandonam até tudo o resto nos abandonar. Porque há pessoas que nos assombram até nada mais nos assombrar. Porque há coisas que se esquecem, há maldades que se perdoam, há erros que se ignoram. E há os que nos marcam profundamente. Há os que nos acompanham. Até podemos nem pensar neles todos os dias, não penso. Mas estão lá. E, de quando em vez, quando são menos desejados, manifestam-se. E, quando te vejo, manifestam-se. Porque de cada vez que te vejo quero falar-te. Quero sorrir-te. Quero ser para ti quem teria sido se não tivesses feito o que não devias ter feito. Se não tivesses dito o que não devias ter dito. Mas não consigo, porque olhar para ti é olhar para um passado que não quero recordar.
Perdoa-me, mas não te consigo perdoar.

Luísa

"No fundo, todos temos necessidade de dizer quem somos e o que é que estamos a fazer e a necessidade de deixar algo feito, porque esta vida não é eterna e deixar coisas feitas pode ser uma forma de eternidade." - José Saramago

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D