Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Inspiration Lab

Hoje é O Dia

Hoje é O Dia.  

Hoje é O Dia em que os nossos corações batem em uníssono. O Dia em que o país para para se reunir em torno das televisões, dos ecrãs gigantes. O Dia em que quem tem essa possibilidade se apressa para o estádio para presenciar este histórico jogo.

A três horas do jogo, o ritmo cardíaco de muitos começa a aumentar. Porque sabemos que hoje é O Dia em que podemos calar todos aqueles que, ao longo deste torneio e de muitos outros, criticaram Portugal por tudo e por nada, por nada e por tudo. Hoje é O Dia em que respondemos a todos esses senhores e senhoras que nos acham menos dignos de disputar esta final europeia. Mas respondemos da nossa própria maneira. Entre as quatro linhas e não perdendo o respeito pelo nosso adversário.

França é uma grande equipa. É verdade. Existe uma grande probabilidade de esta final ter o mesmo desfecho que a de 2004. Mas existe uma centelha de esperança dentro de mim. Dentro de todos os Portugueses. E é essa imortal esperança que nos faz acreditar. Que nos faz reunir, pegar nas camisolas e nos cachecóis e sofrer. Sofrer pelo país que amamos. Porque, tal como o nosso capitão sabiamente disse, sonhar é grátis. E o sonho de conquistar aquela taça por todas as que merecíamos e não conquistámos está vivo dentro de nós. Acreditemos, então. Soframos. Gritemos até que a voz nos falte. Mas desistir? Baixar os braços? Perder a confiança nos 23 que dão o corpo pela pátria, que personificam a nossa esperança? Nunca! 

A derrota é um cenário possível, está claro. E se perdermos? Nem um pedacinho do orgulho que sinto por estes meninos se desvanecerá. Porque somos ENORMES por termos chegado aqui, ENORMES por, contra todas as expetativas, termos chegado à final.

Dizem que jogamos feio. Por mim, desde que ganhemos, pode ser com um único golo, aos 90+2, marcado pelo Patrício.

Este é o jogo da vida deles. É o jogo da nossa vida! É o jogo em que todas as cores se juntam e vestem uma só. Este é O Dia em que temos a possibilidade de presentear todos aqueles que cegamente nos criticaram ao longo deste mês e de muitos outros com a maior chapada de luva branca de que há memória.

FORÇA PORTUGAL! 

3 comentários

Comentar post

Luísa

"No fundo, todos temos necessidade de dizer quem somos e o que é que estamos a fazer e a necessidade de deixar algo feito, porque esta vida não é eterna e deixar coisas feitas pode ser uma forma de eternidade." - José Saramago

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D