Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Inspiration Lab

Esquecer de tudo.

Cada vez mais os mais preciosos momentos me escapam entre os dedos, fugindo para parte incerta de onde acredito não os poder recuperar. Cada vez mais as situações que não quero que tenham fim desaparecem num estalar de dedos. Ficam então as memórias, que são o que nos agarram a esses momentos que já lá vão. São o que nos conectam aos tempos em que a felicidade atingia tais extremos que em nós nem cabia. E há memórias, esses momentos tão bem guardados dentro de mim, esses pequenos momentos de ti, que receio mais do que tudo perder. Há tempos que tudo daria para não esquecer. Porque o mundo anda muito depressa. Os tempos passam. A gente cresce. E é muito fácil deixarmo-nos levar pelo desenfreado ritmo a que todos parecem caminhar. É fácil esquecermo-nos do que nos deu energia para começar a caminhada. É fácil esquecer-me de ti. Do teu sorriso. Desse intenso brilho no olhar que sempre me encantou. Desse teu abraço capaz de me fazer esquecer de tudo o que me apoquenta. Dos tão significativos silêncios. Dos cabelos ao suave vento dos últimos minutos de sol. Das longas caminhadas. Das brincadeiras à beira-mar. Das palavras que me dirigias que tudo em mim conseguiam curar. De tudo. De mim. De nós.

Luísa

"No fundo, todos temos necessidade de dizer quem somos e o que é que estamos a fazer e a necessidade de deixar algo feito, porque esta vida não é eterna e deixar coisas feitas pode ser uma forma de eternidade." - José Saramago

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D