Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Inspiration Lab

A cidade não morreu

Na cidade abandonada ouço ainda os ecos das gargalhadas de quem nela viveu. No pavimento pelo tempo enegrecido residem as lágrimas de quem tanto sofreu. Pelas ruas ainda ecoam as animadas conversas que nelas tomaram lugar. Nas janelas, ainda vejo os rostos sorridentes que outrora ali brilharam. No céu agora morto vejo os sonhos de quem um dia muito ambicionou.
A cidade morreu, mas a esperança é imortal. A cidade morreu, mas a melancolia prolonga-se para lá do seu respirar. A cidade morreu, mas o amor não tem fim. A cidade morreu, mas a alegria engana a morte. A cidade morreu, mas o espírito de quem nela um dia habitou é eterno.
A cidade não morreu.

Luísa

"No fundo, todos temos necessidade de dizer quem somos e o que é que estamos a fazer e a necessidade de deixar algo feito, porque esta vida não é eterna e deixar coisas feitas pode ser uma forma de eternidade." - José Saramago

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D